Observatório das Desigualdades

Início

Foi em 2020 que começou a criação do Observatório das Desigualdades do Departamento de Administração Pública e Gestão Social (DAPGS), do Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). O projeto é fruto de uma parceria do Grupo de Gestão Institucional e Política Pública, da Organização de Aprendizagens e Saberes em Iniciativas Solidárias (OASIS), além do Coletivo Leila Diniz e Centro Feminista 8 de março. Desde seu início, o projeto é marcado pelo caráter interdisciplinar e pela articulação entre comunidade universitária e sociedade civil organizada.


O que observar

As desigualdades têm muitas faces. Para olhar para elas, o Observatório das Desigualdades usa duas lentes: as desigualdades sociais e as desigualdades territoriais. Nas desigualdades sociais seu foco é um olhar interseccional para gênero/sexualidades, raça e classe, e, sempre que possível, considerando a idade/geração e deficiências. Nas desigualdades territoriais a abordagem é multinível, ou seja, olhando para o Rio Grande do Norte, em face do Nordeste e do Brasil, sem deixar de considerar as aproximações e os distanciamentos entre o urbano e o rural.
Observar as desigualdades é, ao mesmo tempo, enfocar os problemas sociais e as práticas inovadoras que respondem a esses problemas, considerando tanto a Gestão Pública, quanto a Gestão Social.


Para que observar?

Objetivo

O objetivo do Observatório das Desigualdades é produzir, divulgar e traduzir conhecimentos sobre desigualdades. Sua ênfase é na articulação para a “coprodução” de conhecimentos, além de sua democratização. “Coproduzir” é produzir conjuntamente. Para coproduzir é fundamental a parceria entre universidade e sociedade civil. Isso garante que os conteúdos do Observatório sejam desenvolvidos a partir de problemas sociais, e para responder a eles. Também é fundamental a interdisciplinaridade, ou seja, a integração de diferentes disciplinas que abordam as desigualdades. São exemplos: Administração Pública, Gestão Pública, Política Pública, Gestão Social, Serviço Social, Economia, Psicologia, História e Demografia. Democratizar conhecimento é divulgar aquilo que a universidade e a sociedade civil já produzem. Mas, não apenas. É também “traduzir” conteúdos de difícil compreensão para formatos mais acessíveis

Resultados Esperados

O Observatório das Desigualdades pretende contribuir com a UFRN, mas também gerar resultados para a sociedade como um todo! Com a UFRN, os resultados esperados são o fomento e a valorização de conhecimentos interdisciplinares sobre as desigualdades, estimulando atividades de ensino, pesquisa e extensão. Para além da universidade, o projeto pretende contribuir também para, por meio da informação, instrumentalizar a participação e o controle social e subsidiar ações públicas para responder às desigualdades.


Com quem observar?

O Observatório das Desigualdades é um projeto desenvolvido por etapas. Para seu próximo ciclo de implementação, que começa em 2021, a proposta é criar estruturas de governança democrática, garantindo um espaço de discussão entre a universidade e a sociedade civil, para definir as diretrizes e avaliar o desenvolvimento do projeto. Em 2020, as parcerias estão em construção e esperamos ter novidades em breve!

Por enquanto, quem responde pelo cotidiano do projeto é a Secretaria Executiva do Observatório, composta pela professora de Administração Pública e Gestão Social, Mariana Mazzini Marcondes, e pela estudante de graduação em Gestão e Políticas Públicas, Gabriellen Monteiro Karinyn.

Olhando para o futuro, o Observatório das Desigualdades espera não apenas consolidar o grupo de seus integrantes, mas também suas parcerias. Para isso, é importante a articulação de uma rede de pessoas, organizações e, também, de observatórios, do Rio Grande do Norte ou de outras localidades. Já em 2020 iniciamos a construção dessa rede com o Observatório das Desigualdades da Fundação João Pinheiro (MG) e com o Observatório da Juventude – Obijuv (UFRN).


Como observar?

Como o Observatório das Desigualdades é um projeto desenvolvido por etapas, as suas iniciativas também serão criadas por etapas. O “cardápio” do

Observatório inclui quatro tipos de iniciativas:
1) interface digital;
2) publicações;
3) cursos e conversatórios;
4) pesquisas e concursos.

Interface Digital

O site do Observatório das Desigualdades, em que você está navegando, será também seu repositório. Nele, iremos organizar e divulgar pesquisas de integrantes do Observatório sobre desigualdades, valorizando a interdisciplinaridade. Também compartilharemos as publicações, vídeos e podcasts do Observatório, além de informações sobre cursos e conservatórios.

Publicações

As publicações do Observatório das Desigualdades são ferramentas fundamentais para reunir e divulgar conhecimentos do Observatório das Desigualdades. Elas ficarão disponíveis no site do Observatório e serão disseminadas nas redes sociais!

Boletim Observa Desigualdades

Publicação que traz informações sobre o que aconteceu de mais importante para entender as desigualdades, e o que acontecerá. Além disso, traz informações sobre pesquisas, eventos, cursos e outros.

Nº 1Baixe aqui

Nº 2: Baixe aqui

Nº 3: Baixe aqui

Dossiê das Desigualdades

Publicação com periodicidade anual e temática, trará reflexões aprofundadas sobre as faces das desigualdades em um tema que será escolhido. Ao longo do semestre, o Observatório discutirá o tema, com suas integrantes e parcerias, e o dossiê será a forma de reunir essas reflexões e compartilhá-las.

Nº 1: Baixe aqui

Relatório Anual do Observatório das Desigualdades

A partir de 2021, o relatório trará o monitoramento dos indicadores das desigualdades, além de um balanço das atividades do Observatório no ano.
Em 2020, o relatório será dedicado à apresentação do Observatório. Trará, ainda, o Glossário das Desigualdades, abrangendo os verbetes básicos para compreender as desigualdades.

Relatório Anual do Observatório das Desigualdades 2020 e 1ª Edição do Glossário das Desigualdades

Baixe aqui

Relatório Anual do Observatório das Desigualdades 2021 e 2ª Edição do Glossário das Desigualdades

Baixe aqui

Cursos e Conversatórios

Cursos de Extensão

O Observatório das Desigualdades irá promover um curso anual sobre desigualdades. Os temas e abordagens serão definidos a cada ano. 

 

Curso “Desigualdades e ações públicas” (2020)

O curso foi organizado pelo Observatório das Desigualdades do Departamento de Administração Pública e Gestão Social da UFRN, em parceria com outros departamentos e centros, além de organizações da sociedade civil. Em decorrência da pandemia de Covid-19 ele foi ofertado remotamente, usando, principalmente, o SIGAA e o Google Meet. Foram ofertados dois módulos (mini-cursos), cada um com 7 horas. A primeira aula de cada um dos módulos foi realizada no formato live, aberta ao público. 

Para ter acesso às lives, clique aqui

 

Curso “Revisão do Plano Diretor de Natal: possibilidades e desafios para aliar planejamento governamental e enfrentamento às desigualdades” (2021)

O objetivo do curso de extensão “Revisão do Plano Diretor de Natal: possibilidades e desafios para aliar planejamento governamental e enfrentamento às desigualdades” foi contribuir, por meio de atividade formativa, para a iniciação e divulgação em relação ao planejamento urbano, territorial e participativo, para o enfrentamento às desigualdades. Para tanto, foi enfocada a revisão do Plano Diretor de Natal.

Para ter acesso às aulas, clique aqui.

 

Conversatórios

São encontros para discutir desigualdades, em suas múltiplas facetas. Sua realização busca promover o encontro dos conhecimentos e saberes de diferentes disciplinas, e, ainda, da universidade com a sociedade civil. Para isso, serão escolhidos temas para serem “descomplicados”.

 

1ª Edição do Conversatório – Descomplicando Gênero

No segundo semestre de 2020 foi realizado o “Descomplicando Gênero”. Nele, mensalmente, um tema sobre gênero foi escolhido para “ser descomplicado”, por meio de leitura orientada de textos básicos e de diálogo com pesquisadores/as e movimentos sociais.

Para ter acesso às aulas, clique aqui.

Pesquisas e Concursos

Pesquisas

 

O Observatório irá realizar pesquisas sobre desigualdades. A primeira delas, que acontecerá entre 2020/21 buscará construir um banco de práticas inovadoras no Rio Grande do Norte para responder a desigualdades.

 

Concursos

 

Também serão realizados concursos para estimular e divulgar trabalhos de graduação e de pós-graduação sobre desigualdades. Em breve mais informações! Aguarde!


Glossário das Desigualdades

O Glossário reúne verbetes sobre conceitos fundamentais para entender e transformar as desigualdades, incluindo ações públicas para o enfrentamento e noções sobre movimentos sociais. Buscando apresentar uma introdução em cada um dos temas e construído de forma colaborativa com especialistas, os verbetes são disponibilizados por meio de vídeos, áudios e textos, além de incluir referências de leituras.

Desigualdades

Ações públicas para o enfrentamento das desigualdades


Microfone aberto

dfbdf

O Microfone Aberto é uma iniciativa do Observatório das Desigualdades da UFRN que tem como objetivo abrir espaço para divulgar trabalhos de discentes, em formato audiovisual, sobre desigualdades e ações públicas para o enfrentamento.

O projeto é uma forma de valorização da produção acadêmica e, ainda, de ampliação do acesso à informação, por meio de um formato inovador e que vem sendo bastante utilizado tanto pelo público universitário, quanto pela comunidade. 

A proposta é que em cada edição possamos focar em um tema que tenha sido trabalhado anteriormente dentro das disciplinas que fizeram parte do projeto de ensino ligado ao Observatório das Desigualdades.

gdfg

1ª edição: Programas e projetos sociais e Desigualdades
2ª edição: Plano Diretor e Desigualdades
3ª edição: Direitos Humanos e Desigualdades
4ª edição: Educação e Desigualdades

Contato

observadesigualdadesufrn@gmail.com
Para saber mais sobre as nossas atividades e eventos, siga a gente nas redes sociais:
Facebook: @observadesigualdades (Observatório das Desigualdades UFRN)
Instagram: @observadesigualdades (OBSERVA DESIGUALDADES)
Youtube: Observatório das Desigualdades UFRN

Best Bookmaker in the UK WH Bonus - uCoz William Hill