Observatório das Desigualdades

Início

Foi em 2020 que começou a criação do Observatório das Desigualdades do Departamento de Administração Pública e Gestão Social (DAPGS), do Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). O projeto é fruto de uma parceria do Grupo de Gestão Institucional e Política Pública, da Organização de Aprendizagens e Saberes em Iniciativas Solidárias (OASIS), além do Coletivo Leila Diniz e Centro Feminista 8 de março. Desde seu início, o projeto é marcado pelo caráter interdisciplinar e pela articulação entre comunidade universitária e sociedade civil organizada.


O que observar

As desigualdades têm muitas faces. Para olhar para elas, o Observatório das Desigualdades usa duas lentes: as desigualdades sociais e as desigualdades territoriais. Nas desigualdades sociais seu foco é um olhar interseccional para gênero/sexualidades, raça e classe, e, sempre que possível, considerando a idade/geração e deficiências. Nas desigualdades territoriais a abordagem é multinível, ou seja, olhando para o Rio Grande do Norte, em face do Nordeste e do Brasil, sem deixar de considerar as aproximações e os distanciamentos entre o urbano e o rural.
Observar as desigualdades é, ao mesmo tempo, enfocar os problemas sociais e as práticas inovadoras que respondem a esses problemas, considerando tanto a Gestão Pública, quanto a Gestão Social.


Para que observar?

Objetivo

O objetivo do Observatório das Desigualdades é produzir, divulgar e traduzir conhecimentos sobre desigualdades. Sua ênfase é na articulação para a “coprodução” de conhecimentos, além de sua democratização. “Coproduzir” é produzir conjuntamente. Para coproduzir é fundamental a parceria entre universidade e sociedade civil. Isso garante que os conteúdos do Observatório sejam desenvolvidos a partir de problemas sociais, e para responder a eles. Também é fundamental a interdisciplinaridade, ou seja, a integração de diferentes disciplinas que abordam as desigualdades. São exemplos: Administração Pública, Gestão Pública, Política Pública, Gestão Social, Serviço Social, Economia, Psicologia, História e Demografia. Democratizar conhecimento é divulgar aquilo que a universidade e a sociedade civil já produzem. Mas, não apenas. É também “traduzir” conteúdos de difícil compreensão para formatos mais acessíveis

Resultados Esperados

O Observatório das Desigualdades pretende contribuir com a UFRN, mas também gerar resultados para a sociedade como um todo! Com a UFRN, os resultados esperados são o fomento e a valorização de conhecimentos interdisciplinares sobre as desigualdades, estimulando atividades de ensino, pesquisa e extensão. Para além da universidade, o projeto pretende contribuir também para, por meio da informação, instrumentalizar a participação e o controle social e subsidiar ações públicas para responder às desigualdades.


Com quem observar?

O Observatório das Desigualdades é um projeto desenvolvido por etapas. Para seu próximo ciclo de implementação, que começa em 2021, a proposta é criar estruturas de governança democrática, garantindo um espaço de discussão entre a universidade e a sociedade civil, para definir as diretrizes e avaliar o desenvolvimento do projeto. Em 2020, as parcerias estão em construção e esperamos ter novidades em breve!

Por enquanto, quem responde pelo cotidiano do projeto é a Secretaria Executiva do Observatório, composta pela professora de Administração Pública e Gestão Social, Mariana Mazzini Marcondes, e pela estudante de graduação em Gestão e Políticas Públicas, Gabriellen Monteiro Karinyn.

Olhando para o futuro, o Observatório das Desigualdades espera não apenas consolidar o grupo de seus integrantes, mas também suas parcerias. Para isso, é importante a articulação de uma rede de pessoas, organizações e, também, de observatórios, do Rio Grande do Norte ou de outras localidades. Já em 2020 iniciamos a construção dessa rede com o Observatório das Desigualdades da Fundação João Pinheiro (MG) e com o Observatório da Juventude – Obijuv (UFRN).


Como observar?

Como o Observatório das Desigualdades é um projeto desenvolvido por etapas, as suas iniciativas também serão criadas por etapas. O “cardápio” do

Observatório inclui quatro tipos de iniciativas:
1) interface digital;
2) publicações;
3) cursos e conversatórios;
4) pesquisas e concursos.

Interface Digital

O site do Observatório das Desigualdades, em que você está navegando, será também seu repositório. Nele, iremos organizar e divulgar pesquisas de integrantes do Observatório sobre desigualdades, valorizando a interdisciplinaridade. Também compartilharemos as publicações, vídeos e podcasts do Observatório, além de informações sobre cursos e conservatórios.

Publicações

As publicações do Observatório das Desigualdades são ferramentas fundamentais para reunir e divulgar conhecimentos do Observatório das Desigualdades. Elas ficarão disponíveis no site do Observatório e serão disseminadas nas redes sociais!

Observa Desigualdades

Boletim trimestral, trará informações sobre o que aconteceu de mais importante para entender as desigualdades, e o que acontecerá. Além disso, trará informações sobre pesquisas, eventos, cursos e outros.
Começando em 2021! Aguarde!

Boletim Observa Desigualdades Nº 1 

Baixe aqui

Dossiê das Desigualdades

Publicação semestral e temática, trará reflexões aprofundadas sobre as faces das desigualdades em um tema que será escolhido. Ao longo do semestre, o Observatório discutirá o tema, com suas integrantes e parcerias, e o dossiê será a forma de reunir essas reflexões e compartilhá-las.

Relatório Anual do Observatório das Desigualdades

A partir de 2021, o relatório trará o monitoramento dos indicadores das desigualdades, além de um balanço das atividades do Observatório no ano.
Em 2020, o relatório será dedicado à apresentação do Observatório. Trará, ainda, o Glossário das Desigualdades, abrangendo os verbetes básicos para compreender as desigualdades.

Relatório Anual do Observatório das Desigualdades 2020 e 1ª Edição do Glossário das Desigualdades

Baixe aqui

Cursos e Conversatórios

Cursos de Extensão

O Observatório das Desigualdades irá promover um curso anual sobre desigualdades. Os temas e abordagens serão definidos a cada ano. 

Curso “Desigualdades e ações públicas” (2020)

O curso foi organizado pelo Observatório das Desigualdades do Departamento de Administração Pública e Gestão Social da UFRN, em parceria com outros departamentos e centros, além de organizações da sociedade civil. Em decorrência da pandemia de Covid-19 ele foi ofertado remotamente, usando, principalmente, o SIGAA e o Google Meet. Foram ofertados dois módulos (mini-cursos), cada um com 7 horas. A primeira aula de cada um dos módulos foi realizada no formato live, aberta ao público. 

Para ter acesso às lives, clique aqui

Curso “Revisão do Plano Diretor de Natal: possibilidades e desafios para aliar planejamento governamental e enfrentamento às desigualdades” (2021)

O objetivo do curso de extensão “Revisão do Plano Diretor de Natal: possibilidades e desafios para aliar planejamento governamental e enfrentamento às desigualdades” foi contribuir, por meio de atividade formativa, para a iniciação e divulgação em relação ao planejamento urbano, territorial e participativo, para o enfrentamento às desigualdades. Para tanto, foi enfocada a revisão do Plano Diretor de Natal.

Para ter acesso às aulas, clique aqui.

Conversatórios

São encontros para discutir desigualdades, em suas múltiplas facetas. Sua realização busca promover o encontro dos conhecimentos e saberes de diferentes disciplinas, e, ainda, da universidade com a sociedade civil. Para isso, serão escolhidos temas para serem “descomplicados”.

1ª Edição do Conversatório – Descomplicando Gênero

No segundo semestre de 2020 foi realizado o “Descomplicando Gênero”. Nele, mensalmente, um tema sobre gênero foi escolhido para “ser descomplicado”, por meio de leitura orientada de textos básicos e de diálogo com pesquisadores/as e movimentos sociais.

Para ter acesso às aulas, clique aqui.

Pesquisas e Concursos

Pesquisas

 

O Observatório irá realizar pesquisas sobre desigualdades. A primeira delas, que acontecerá entre 2020/21 buscará construir um banco de práticas inovadoras no Rio Grande do Norte para responder a desigualdades.

Concursos

Também serão realizados concursos para estimular e divulgar trabalhos de graduação e de pós-graduação sobre desigualdades. Em breve mais informações! Aguarde!


Glossário das Desigualdades

O Glossário reúne verbetes sobre conceitos fundamentais para entender e transformar as desigualdades, incluindo ações públicas para o enfrentamento e noções sobre movimentos sociais. Buscando apresentar uma introdução em cada um dos temas e construído de forma colaborativa com especialistas, os verbetes são disponibilizados por meio de vídeos, áudios e textos, além de incluir referências de leituras.

Desigualdades

Ações públicas para o enfrentamento das desigualdades


Contato

observadesigualdadesufrn@gmail.com
Para saber mais sobre as nossas atividades e eventos, siga a gente nas redes sociais:
Facebook: @observadesigualdades (Observatório das Desigualdades UFRN)
Instagram: @observadesigualdades (OBSERVA DESIGUALDADES)
Youtube: Observatório das Desigualdades UFRN

Best Bookmaker in the UK WH Bonus - uCoz William Hill